logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_FI20210103104319
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
Título em portuguêsAMOR E O DEVER OU O ENVELOPE LACRADO, O
Outros títulosEnvelope lacrado ou O amor e o dever, O
PaísITÁLIA
ProdutorSocietà Italiana Éclair
Primeiro lançamento
CinemaAno de exibiçãoExibidor/Distribuidor
Cinema Palais, RJ1915Agência Geral Cinematográfica
Segundo lançamento
CinemaAno de exibiçãoExibidor/Distribuidor
Royal Theatre, SP1915Agência Geral Cinematográfica
GêneroDrama
CategoriaLM - F
ElencoGina Laura Roberti
ResumoRaul Darcos fez uma rápida carreira na Marinha. Para comemorar o aniversário do seu filho, Jorge, ele deu uma grande festa, ao qual compareceu a condessa Wilmar, que chamava todas as atenções. Darcos não ficou insensível aos encantos da condessa, para desespero de sua esposa. O ciúme da esposa a levou a vigiar a correspondência do marido, mas ele guardava em segredo as cartas que recebia dela. Chamado para embarcar, Darcos recebeu uma carta da Marinha a qual deveria ser aberta 15 milhas depois da partida. Uma carta de despedida da condessa foi colocada junto. Num canto do salão ele leu a carta amorosa, ação vista com suspeita pela mulher. No momento que pöde, ela subtraiu as duas cartas. O capitão partiu sem as ordens oficiais. Quando a esposa leu as cartas, teve uma síncope. O choque foi tão grave que se declarou uma perda da razão, não reconhecendo nem o próprio filho. No barco Darcos foi procurar as ordens do Almirantado, mas não as encontrou. Radiografou para o comando, recebendo a ordem de desembarcar no primeiro porto, quando foi preso e submetido ao conselho de guerra. Ele ignorava a tragédia que tinha acontecido com a esposa. De qualquer forma, foi preso numa fortaleza até que o documento aparecesse. Antes de ser encarcerado, visitou a família. Percebeu que o estado da esposa era culpa sua. Como estava louca, ele não poderia provar qeu fora ela que tirara o documento de sua carteira. Até a condessa foi presa sem que pudesse provar nada. Um dia, a esposa estava na janela quando viu seu filho cair num precipício. O choque a fez recuperar a razão. Ela levou o documento para a Marinha. O marido foi libertado e juras de amor se fizeram entre eles.
resumo: 4.4.1915
Fonte
JCBPesquisa sobre a exibição em São Paulo entre 1900 e 1935 no jornal O Estado de S. Paulo
/
OESPO Estado de S. Paulo jornal da cidade de São Paulo pesquisado em 01/1907 e 12/1916 e números esparsos depois desta data
/
CMCorreio da Manhã, jornal da cidade do Rio de Janeiro, números esparsos de 1910
Observação5.4.1915; 28.4.1915; 4 ou 6 atos.



página 1 de 1

Filmes estrangeiros exibidos no Brasil: 1896-1934

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)